30 de Setembro – João 9 e Salmos 110-114 【Plano de Leitura Doutrina Cristã】

Plano de Leitura Bíblica Anual Doutrina Cristã, 30 de setembro, João 9 e Salmos 110-114.

Você está acessando o Plano de Leitura Bíblica Anual Doutrina Cristã que propõe a leitura diária do Antigo e o Novo Testamento, meditando em dois períodos ou, se preferir, em apenas um período de meia hora por dia.

A leitura no Novo Testamento não segue sempre a ordem bíblica dos livros, mas foi reorganizada para se facilitar a assimilação da doutrina cristã.

Leitura Bíblica do Dia

Neste Plano de Leitura Bíblica Anual Doutrina Cristã, os textos de 30 de setembro são Jo 9 e Sl 110-114.

João 9

1 Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença.
2 E os seus discípulos perguntaram: Mestre, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?
3 Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus.
4 É necessário que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.
5 Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.
6 Dito isso, cuspiu na terra e, tendo feito lodo com a saliva, aplicou-o aos olhos do cego,
7 dizendo-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que quer dizer Enviado). Ele foi, lavou-se e voltou vendo.
8 Então, os vizinhos e os que dantes o conheciam de vista, como mendigo, perguntavam: Não é este o que estava assentado pedindo esmolas?
9 Uns diziam: É ele. Outros: Não, mas se parece com ele. Ele mesmo, porém, dizia: Sou eu.
10 Perguntaram-lhe, pois: Como te foram abertos os olhos?
11 Respondeu ele: O homem chamado Jesus fez lodo, untou-me os olhos e disse-me: Vai ao tanque de Siloé e lava-te. Então, fui, lavei-me e estou vendo.
12 Disseram-lhe, pois: Onde está ele? Respondeu: Não sei.
13 Levaram, pois, aos fariseus o que dantes fora cego.
14 E era sábado o dia em que Jesus fez o lodo e lhe abriu os olhos.
15 Então, os fariseus, por sua vez, lhe perguntaram como chegara a ver; ao que lhes respondeu: Aplicou lodo aos meus olhos, lavei-me e estou vendo.
16 Por isso, alguns dos fariseus diziam: Esse homem não é de Deus, porque não guarda o sábado. Diziam outros: Como pode um homem pecador fazer tamanhos sinais? E houve dissensão entre eles.
17 De novo, perguntaram ao cego: Que dizes tu a respeito dele, visto que te abriu os olhos? Que é profeta, respondeu ele.
18 Não acreditaram os judeus que ele fora cego e que agora via, enquanto não lhe chamaram os pais
19 e os interrogaram: É este o vosso filho, de quem dizeis que nasceu cego? Como, pois, vê agora?
20 Então, os pais responderam: Sabemos que este é nosso filho e que nasceu cego;
21 mas não sabemos como vê agora; ou quem lhe abriu os olhos também não sabemos. Perguntai a ele, idade tem; falará de si mesmo.
22 Isto disseram seus pais porque estavam com medo dos judeus; pois estes já haviam assentado que, se alguém confessasse ser Jesus o Cristo, fosse expulso da sinagoga.
23 Por isso, é que disseram os pais: Ele idade tem, interrogai-o.
24 Então, chamaram, pela segunda vez, o homem que fora cego e lhe disseram: Dá glória a Deus; nós sabemos que esse homem é pecador.
25 Ele retrucou: Se é pecador, não sei; uma coisa sei: eu era cego e agora vejo.
26 Perguntaram-lhe, pois: Que te fez ele? como te abriu os olhos?
27 Ele lhes respondeu: Já vo-lo disse, e não atendestes; por que quereis ouvir outra vez? Porventura, quereis vós também tornar-vos seus discípulos?
28 Então, o injuriaram e lhe disseram: Discípulo dele és tu; mas nós somos discípulos de Moisés.
29 Sabemos que Deus falou a Moisés; mas este nem sabemos donde é.
30 Respondeu-lhes o homem: Nisto é de estranhar que vós não saibais donde ele é, e, contudo, me abriu os olhos.
31 Sabemos que Deus não atende a pecadores; mas, pelo contrário, se alguém teme a Deus e pratica a sua vontade, a este atende.
32 Desde que há mundo, jamais se ouviu que alguém tenha aberto os olhos a um cego de nascença.
33 Se este homem não fosse de Deus, nada poderia ter feito.
34 Mas eles retrucaram: Tu és nascido todo em pecado e nos ensinas a nós? E o expulsaram.
35 Ouvindo Jesus que o tinham expulsado, encontrando-o, lhe perguntou: Crês tu no Filho do Homem?
36 Ele respondeu e disse: Quem é, Senhor, para que eu nele creia?
37 E Jesus lhe disse: Já o tens visto, e é o que fala contigo.
38 Então, afirmou ele: Creio, Senhor; e o adorou.
39 Prosseguiu Jesus: Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não vêem vejam, e os que vêem se tornem cegos.
40 Alguns dentre os fariseus que estavam perto dele perguntaram-lhe: Acaso, também nós somos cegos?
41 Respondeu-lhes Jesus: Se fôsseis cegos, não teríeis pecado algum; mas, porque agora dizeis: Nós vemos, subsiste o vosso pecado.

Salmos 110

1 Disse o SENHOR ao meu senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés.
2 O SENHOR enviará de Sião o cetro do seu poder, dizendo: Domina entre os teus inimigos.
3 Apresentar-se-á voluntariamente o teu povo, no dia do teu poder; com santos ornamentos, como o orvalho emergindo da aurora, serão os teus jovens.
4 O SENHOR jurou e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.
5 O Senhor, à tua direita, no dia da sua ira, esmagará os reis.
6 Ele julga entre as nações; enche-as de cadáveres; esmagará cabeças por toda a terra.
7 De caminho, bebe na torrente e passa de cabeça erguida.

Salmos 111

1 Aleluia! De todo o coração renderei graças ao SENHOR, na companhia dos justos e na assembléia.
2 Grandes são as obras do SENHOR, consideradas por todos os que nelas se comprazem.
3 Em suas obras há glória e majestade, e a sua justiça permanece para sempre.
4 Ele fez memoráveis as suas maravilhas; benigno e misericordioso é o SENHOR.
5 Dá sustento aos que o temem; lembrar-se-á sempre da sua aliança.
6 Manifesta ao seu povo o poder das suas obras, dando-lhe a herança das nações.
7 As obras de suas mãos são verdade e justiça; fiéis, todos os seus preceitos.
8 Estáveis são eles para todo o sempre, instituídos em fidelidade e retidão.
9 Enviou ao seu povo a redenção; estabeleceu para sempre a sua aliança; santo e tremendo é o seu nome.
10 O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria; revelam prudência todos os que o praticam. O seu louvor permanece para sempre.

Salmos 112

1 Aleluia! Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR e se compraz nos seus mandamentos.
2 A sua descendência será poderosa na terra; será abençoada a geração dos justos.
3 Na sua casa há prosperidade e riqueza, e a sua justiça permanece para sempre.
4 Ao justo, nasce luz nas trevas; ele é benigno, misericordioso e justo.
5 Ditoso o homem que se compadece e empresta; ele defenderá a sua causa em juízo;
6 não será jamais abalado; será tido em memória eterna.
7 Não se atemoriza de más notícias; o seu coração é firme, confiante no SENHOR.
8 O seu coração, bem firmado, não teme, até ver cumprido, nos seus adversários, o seu desejo.
9 Distribui, dá aos pobres; a sua justiça permanece para sempre, e o seu poder se exaltará em glória.
10 O perverso vê isso e se enraivece; range os dentes e se consome; o desejo dos perversos perecerá.

Salmos 113

1 Aleluia! Louvai, servos do SENHOR, louvai o nome do SENHOR.
2 Bendito seja o nome do SENHOR, agora e para sempre.
3 Do nascimento do sol até ao ocaso, louvado seja o nome do SENHOR.
4 Excelso é o SENHOR, acima de todas as nações, e a sua glória, acima dos céus.
5 Quem há semelhante ao SENHOR, nosso Deus, cujo trono está nas alturas,
6 que se inclina para ver o que se passa no céu e sobre a terra?
7 Ele ergue do pó o desvalido e do monturo, o necessitado,
8 para o assentar ao lado dos príncipes, sim, com os príncipes do seu povo.
9 Faz que a mulher estéril viva em família e seja alegre mãe de filhos. Aleluia!

Salmos 114

1 Quando saiu Israel do Egito, e a casa de Jacó, do meio de um povo de língua estranha,
2 Judá se tornou o seu santuário, e Israel, o seu domínio.
3 O mar viu isso e fugiu; o Jordão tornou atrás.
4 Os montes saltaram como carneiros, e as colinas, como cordeiros do rebanho.
5 Que tens, ó mar, que assim foges? E tu, Jordão, para tornares atrás?
6 Montes, por que saltais como carneiros? E vós, colinas, como cordeiros do rebanho?
7 Estremece, ó terra, na presença do Senhor, na presença do Deus de Jacó,
8 o qual converteu a rocha em lençol de água e o seixo, em manancial.

Deus falou com você na sua leitura da Bíblia? Algum versículo te chamou mais a atenção? Ficou com dúvida? Comente sua leitura bíblica do dia logo abaixo.

Comente sua leitura bíblica do dia